71 – DEVEMOS PRESTAR À SANTÍSSIMA VIRGEM UM CULTO PARTICULAR? 

Sim, somos obrigados a prestar a Nossa Senhora um culto particular, superior ao culto dos Anjos e Santos. Culto que a Igreja chama de hiperdulia. 

«A piedade da Igreja para com a Santíssima Virgem é intrínseca ao culto cristão».

(São Paulo VI Es. Ap. Marialis Cultus 2-II-1974, n.56).

 

72 – POR QUE DEVEMOS À SANTÍSSIMA VIRGEM UM CULTO PARTICULAR? 

1) por ser a Mãe de Deus;

2) por ser nossa Mãe e Medianeira;

3) por ser a mais bela, a mais santa e perfeita das criaturas e a mais amada de Deus;

 

73 – POR QUE É QUE O CULTO A MARIA SE CHAMA HIPERDULIA? 

Hiperdulia quer dizer singular, especial veneração. Distingue-se do culto que prestamos exclusivamente a Deus: latria, adoração, pela infinita majestade divina; distingue-se ainda do culto de dulia, isto é, simples veneração, que prestamos aos Anjos e Santos.

 

74 -  É LEGÍTIMO ESTE CULTO CATÓLICO A MARIA? 

Sim é perfeitamente legítimo, porque:

1) Está na própria Bíblia Sagrada:

a) Deus foi o primeiro a honrar a Maria, através do Anjo Gabriel: ”Foi enviado por Deus o Anjo Gabriel (…) a uma virgem (…) e o nome da virgem era Maria. Entrando o Anjo onde ela estava, disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo” (Lc 1, 27)

b) Inspirada por Deus, Isabel saudou a Maria: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1, 42).

c) Uma mulher anónima louvou a Maria, Mãe de Jesus, com estas palavras: “Bem-aventurado o seio que te trouxe e o peito que te amamentou” (Lc 11,27).

d) A própria Virgem, inspirada por Deus, predisse o seu culto perpétuo: “Desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada” (Lc 1, 48).

 

2) É uma consequência lógica da maternidade divina. Se Maria é Mãe de Deus, evidentemente Jesus, como o melhor dos filhos, quer que veneremos com todo o respeito e amor a sua divina Mãe, como Ele próprio deu o exemplo: “era-lhes submisso” (Lc 2, 51). 

3) Comprova-o a prática constante da Igreja, desde os primeiros séculos. De facto, a Igreja, em todos os tempos e lugares prestou a Maria um culto singular. Esse culto se acha gravado nas catacumbas, nas liturgias, nos hinos, nos escritos de santos e doutores, nas catedrais, nos santuários, igrejas, capelas, ermidas e altares de todos os cantos da terra. Ora, já o vimos, a Tradição constante da Igreja é infalível.

Comprovam ainda a legitimidade deste culto os incontáveis milagres que Deus realiza por intermédio de Maria, especialmente nos seus inúmeros santuários. Milagres reconhecidos oficialmente pela Igreja e comprovados em análises da mais avançada tecnologia científica, como as curas de Lourdes, ou o quadro de Nossa Senhora de Guadalupe.

 

75 – HÁ, NO BRASIL, VENERAÇÃO A MARIA SOB ALGUM TÍTULO ESPECIAL? 

Sim, o de Imaculada Conceição. Desde os primórdios do Descobrimento, foi implantada no Brasil esta devoção pelos portugueses. De sorte que, no Brasil, é sob este título que há mais igrejas e oratórios dedicados a Maria. 

Os principais santuários marianos no Brasil são: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, no Estado de São Paulo; Nossa Senhora da Penha, no Espírito Santo; Nossa Senhora de Nazaré, em Belém e outros. 

 

76 – HÁ, EM PORTUGAL, VENERAÇÃO A NOSSA SENHORA SOB ALGUM TÍTULO ESPECIAL? 

Sim, o de Nossa Senhora da Conceição é o título mais antigo e mais comum. Atualmente todo o povo reconhece Nossa Senhora do Rosário de Fátima como Rainha de Portugal. 

Os principais santuários marianos em Portugal são: Santuário de Fátima, Santuário do Sameiro, Braga (Imaculada Conceição), Santuário de Nossa Senhora da Conceição em Vila Viçosa, Santuário de Nossa Senhora de Nazaré (Nossa Senhora do Leite), Nossa Senhora da Lapa-Viseu, Nossa Senhora dos Remédios em Lamego, Nossa Senhora Remédios no Algarve.  

 

77 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS PRÁTICAS DE DEVOÇÃO A MARIA? 

As festas litúrgicas em honra de Nossa Senhora, a Avé-Maria, o Rosário; as Ladaínhas, antífonas, hinos e orações compostas pela Igreja ou pelos santos. 

As confrarias e irmandades dedicadas ao culto mariano e aprovadas pela Igreja. 

Os escapulários e medalhas de Nossa Senhora, especialmente a Medalha Milagrosa, revelada por Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré, em Paris, a 27 de novembro de 1830. 

 

NOSSA SENHORA APARECIDA

No fim de setembro de 1717, perto da vila de Guaratinguetá, em São Paulo, três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, pescaram, no Rio Paraíba do Sul, uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição. Através desta singela imagem, a Virgem Imaculada passou a dispensar uma série de incontáveis graças e milagres aos seus devotos no Brasil.

Naquela mesma noite do seu aparecimento, obteve aos devotos pescadores uma abundante pescaria, depois de muitas horas de trabalho sem nada pescar...

Filipe Pedroso conservou a imagem durante alguns anos em sua casa, depois confiou-a a seu filho Atanásio, que lhe fez um altarzinho de madeira. Diante deste altar, todos os sábados se reunia a vizinhança para a reza do terço e outras devoções. Depois os devotos edificaram uma capelinha, inaugurada pelo vigário de Guaratinguetá, no dia 26 de julho de 1745. 

Mais tarde foi construída a basílica de Nossa Senhora Aparecida, que ainda hoje existe, e o atual santuário.

 

78 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS FESTAS LITÚRGICAS DE NOSSA SENHORA? 

Imaculada Conceição, 8 de Dezembro.

Nossa Senhora da Guadalupe, Padroeira da América Latina, 12 de Dezembro.

Purificação de Nossa Senhora, 2 de Fevereiro.

Anunciação, 25 de Março. 

Realeza de Maria, 31 de Maio (Calendário antigo); 22 de Agosto (Novo calendário).

Visitação, 2 de Julho (Calendário antigo); 31 de Maio (Novo calendário).

Assunção, 15 de Agosto.

Imaculado Coração de Maria, 22 de Agosto (Calendário Antigo), Sábado depois da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, (Novo Calendário); 

Natividade de Nossa Senhora, 8 de Setembro.

Santíssimo Nome de Maria, 12 de Setembro.

Nossa Senhora das Dores, 15 de Setembro.

Nossa Senhora do Rosário, 7 de Outubro.

Maternidade Divina, 11 de Outubro (Calendário Antigo), 01 de Janeiro (Novo Calendário);

Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil, 12 de Outubro.

Apresentação de Nossa Senhora, 21 de Novembro.

 

79 – EXISTEM AINDA OUTRAS FESTAS MARIANAS? 

Sim, elas pontilham todo o Ano Litúrgico, todos os meses do ano. São inumeráveis, quer as festas universais para a Igreja toda; quer as particulares, de uma diocese, de uma região. Quase todos os países têm o seu santuário nacional. Além disso, a Igreja consagra a Nossa Senhora todos os sábados do ano. E a piedade popular, guiada pelo Espírito Santo, consagrou-lhe o mês de maio.  

 

 
71 – DEVEMOS PRESTAR À SANTÍSSIMA VIRGEM UM CULTO PARTICULAR? 
 
Sim, somos obrigados a prestar a Nossa Senhora um culto particular, superior ao culto dos Anjos e Santos. Culto que a Igreja chama de hiperdulia. 
 
«A piedade da Igreja para com a Santíssima Virgem é intrínseca ao culto cristão».
(São Paulo VI Es. Ap. Marialis Cultus 2-II-1974, n.56).
 
 
72 – POR QUE DEVEMOS À SANTÍSSIMA VIRGEM UM CULTO PARTICULAR? 
 
1) por ser a Mãe de Deus;
 
2) por ser nossa Mãe e Medianeira;
 
3) por ser a mais bela, a mais santa e perfeita das criaturas e a mais amada de Deus;
 
 
73 – POR QUE É QUE O CULTO A MARIA SE CHAMA HIPERDULIA? 
 
Hiperdulia quer dizer singular, especial veneração. Distingue-se do culto que prestamos exclusivamente a Deus: latria, adoração, pela infinita majestade divina; distingue-se ainda do culto de dulia, isto é, simples veneração, que prestamos aos Anjos e Santos.
 
 
74 -  É LEGÍTIMO ESTE CULTO CATÓLICO A MARIA? 
 
Sim é perfeitamente legítimo, porque:
 
1) Está na própria Bíblia Sagrada:
 
a) Deus foi o primeiro a honrar a Maria, através do Anjo Gabriel: ”Foi enviado por Deus o Anjo Gabriel (…) a uma virgem (…) e o nome da virgem era Maria. Entrando o Anjo onde ela estava, disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo” (Lc 1, 27)
 
b) Inspirada por Deus, Isabel saudou a Maria: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1, 42).
 
c) Uma mulher anónima louvou a Maria, Mãe de Jesus, com estas palavras: “Bem-aventurado o seio que te trouxe e o peito que te amamentou” (Lc 11,27).
 
d) A própria Virgem, inspirada por Deus, predisse o seu culto perpétuo: “Desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada” (Lc 1, 48).
 
2) É uma consequência lógica da maternidade divina. Se Maria é Mãe de Deus, evidentemente Jesus, como o melhor dos filhos, quer que veneremos com todo o respeito e amor a sua divina Mãe, como Ele próprio deu o exemplo: “era-lhes submisso” (Lc 2, 51). 
 
3) Comprova-o a prática constante da Igreja, desde os primeiros séculos. De facto, a Igreja, em todos os tempos e lugares prestou a Maria um culto singular. Esse culto se acha gravado nas catacumbas, nas liturgias, nos hinos, nos escritos de santos e doutores, nas catedrais, nos santuários, igrejas, capelas, ermidas e altares de todos os cantos da terra. Ora, já o vimos, a Tradição constante da Igreja é infalível.
 
Comprovam ainda a legitimidade deste culto os incontáveis milagres que Deus realiza por intermédio de Maria, especialmente nos seus inúmeros santuários. Milagres reconhecidos oficialmente pela Igreja e comprovados em análises da mais avançada tecnologia científica, como as curas de Lourdes, ou o quadro de Nossa Senhora de Guadalupe.
 
 
75 – HÁ, NO BRASIL, VENERAÇÃO A MARIA SOB ALGUM TÍTULO ESPECIAL? 
 
Sim, o de Imaculada Conceição. Desde os primórdios do Descobrimento, foi implantada no Brasil esta devoção pelos portugueses. De sorte que, no Brasil, é sob este título que há mais igrejas e oratórios dedicados a Maria. 
Os principais santuários marianos no Brasil são: Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, no Estado de São Paulo; Nossa Senhora da Penha, no Espírito Santo; Nossa Senhora de Nazaré, em Belém e outros. 
 
 
76 – HÁ, EM PORTUGAL, VENERAÇÃO A NOSSA SENHORA SOB ALGUM TÍTULO ESPECIAL? 
 
Sim, o de Nossa Senhora da Conceição é o título mais antigo e mais comum. Atualmente todo o povo reconhece Nossa Senhora do Rosário de Fátima como Rainha de Portugal. Os principais santuários marianos em Portugal são: Santuário de Fátima, Santuário do Sameiro, Braga (Imaculada Conceição), Santuário de Nossa Senhora da Conceição em Vila Viçosa, Santuário de Nossa Senhora de Nazaré (Nossa Senhora do Leite), Nossa Senhora da Lapa-Viseu, Nossa Senhora dos Remédios em Lamego, Nossa Senhora Remédios no Algarve.  
 
 
77 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS PRÁTICAS DE DEVOÇÃO A MARIA? 
 
As festas litúrgicas em honra de Nossa Senhora, a Avé-Maria, o Rosário; as Ladaínhas, antífonas, hinos e orações compostas pela Igreja ou pelos santos. 
 
As confrarias e irmandades dedicadas ao culto mariano e aprovadas pela Igreja. 
 
Os escapulários e medalhas de Nossa Senhora, especialmente a Medalha Milagrosa, revelada por Nossa Senhora a Santa Catarina Labouré, em Paris, a 27 de novembro de 1830. 
 
 
NOSSA SENHORA APARECIDA
 
No fim de setembro de 1717, perto da vila de Guaratinguetá, em São Paulo, três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, pescaram, no Rio Paraíba do Sul, uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição. Através desta singela imagem, a Virgem Imaculada passou a dispensar uma série de incontáveis graças e milagres aos seus devotos no Brasil.
Naquela mesma noite do seu aparecimento, obteve aos devotos pescadores uma abundante pescaria, depois de muitas horas de trabalho sem nada pescar...
 
Filipe Pedroso conservou a imagem durante alguns anos em sua casa, depois confiou-a a seu filho Atanásio, que lhe fez um altarzinho de madeira. Diante deste altar, todos os sábados se reunia a vizinhança para a reza do terço e outras devoções. Depois os devotos edificaram uma capelinha, inaugurada pelo vigário de Guaratinguetá, no dia 26 de julho de 1745. 
Mais tarde foi construída a basílica de Nossa Senhora Aparecida, que ainda hoje existe, e o atual santuário.
 
 
78 – QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS FESTAS LITÚRGICAS DE NOSSA SENHORA? 
 
Imaculada Conceição, 8 de Dezembro.
 
Nossa Senhora da Guadalupe, Padroeira da América Latina, 12 de Dezembro.
 
Purificação de Nossa Senhora, 2 de Fevereiro.
 
Anunciação, 25 de Março. 
 
Realeza de Maria, 31 de Maio (Calendário antigo); 22 de Agosto (Novo calendário).
 
Visitação, 2 de Julho (Calendário antigo); 31 de Maio (Novo calendário).
 
Assunção, 15 de Agosto.
 
Imaculado Coração de Maria, 22 de Agosto (Calendário Antigo), Sábado depois da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, (Novo Calendário); 
 
Natividade de Nossa Senhora, 8 de Setembro.
 
Santíssimo Nome de Maria, 12 de Setembro.
 
Nossa Senhora das Dores, 15 de Setembro.
 
Nossa Senhora do Rosário, 7 de Outubro.
 
Maternidade Divina, 11 de Outubro (Calendário Antigo), 01 de Janeiro (Novo Calendário);
 
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil, 12 de Outubro.
 
Apresentação de Nossa Senhora, 21 de Novembro.
 
 
79 – EXISTEM AINDA OUTRAS FESTAS MARIANAS? 
 
Sim, elas pontilham todo o Ano Litúrgico, todos os meses do ano. São inumeráveis, quer as festas universais para a Igreja toda; quer as particulares, de uma diocese, de uma região. Quase todos os países têm o seu santuário nacional. Além disso, a Igreja consagra a Nossa Senhora todos os sábados do ano. E a piedade popular, guiada pelo Espírito Santo, consagrou-lhe o mês de maio.  

Contacto

Comunidade Católica de Evangelização Online nadateturbe@nadateespante.com