ORAÇÕES PELOS PARENTES DEFUNTOS PELO PRÓPRIO MARIDO OU ESPOSA

Deus de todas as virtudes que, elevando à dignidade de Sacramento o matrimónio, ensinastes todos os cônjuges a amar-se reciprocamente com um amor semelhante ao que consagrais à Santa Igreja, isto é, a não cessar jamais de procurar o verdadeiro bem um do outro; dignai-Vos escutar as preces que Vos dirijo pela alma de N. (meu marido, minha esposa) que Vós mesmo me destes como auxílio nas penas desta vida terrena, e que chamastes ao vosso seio, para ensinar-me a colocar só em Vós a minha esperança e a minha alegria.

Recebei em desconto das suas faltas, contraidas talvez por minha causa, aquele pouco bem que faço em seu sufrágio e que pretendo unir aos méritos de todos os santos, aos de Maria Santíssima, mas sobretudo aos méritos infinitos de Jesus Cristo, para liberta-lo(a) o mais depressa possível, se ainda está no Purgatório, e conduzi-lo(a) às alegrias eternas do Céu.

Sim, acolhei entre os vossos braços essa alma bendita, e escutando a minha oração que será também favorável a mim, fazei que eu viva santamente de modo a merecer louvar-Vos unido(a) a ele(a) por toda a eternidade na glória.

Dai- lhes, Senhor, o eterno descanso entre os esplendores da luz perpétua. Que descansem em paz. Amem.

 

Contacto

Comunidade Católica de Evangelização Online nadateturbe@nadateespante.com